Alunos da ETI Luiz Nunes participarão de feira de ciências nos Estados Unidos

0
5
A Regeneron Internacional Science and Engineering será realizada em maio deste ano, na cidade de Phoenix, nos Estados Unidos

Os alunos Sophia Lira de Paula Pinto, Gustavo Alves da Silva e Samuel Cavalcante Silva, da ETI Luiz Nunes de Oliveira, em Buritirana, estão colhendo uma série de vitórias. O projeto ‘Interpretação de Pictogramas em Bulas/Rótulos de Agrotóxicos’, orientado pelo professor Rosielson Soares, tem sido um sucesso em feiras de ciência pelo País, e agora está credenciado para a Regeneron Internacional Science and Engineering (Isef), uma feira de ciência internacional, que será realizada em maio deste ano, na cidade de Phoenix, nos Estados Unidos e reunirá cerca de 1800 estudantes do mundo todo, concorrendo a quase US$ 5 milhões em prêmios. A apresentação dos projetos será virtual.

Os bons resultados do projeto começaram com a conquista do primeiro lugar na Feira de Empreendedorismo, Ciência e Tecnologia (Fecit), em 2019.  A partir daí, o trio obteve o credenciamento para a 18ª Feira Brasileira de Ciência e Engenharia (Febrace), em São Paulo onde conseguiram uma bolsa de iniciação científica e a possibilidade de participação na 2ª Feira Nacional de Ciência e Tecnologias Dante Alighieri (Fenadante), também em São Paulo, em que também se saíram vencedores na categoria Ciências Sociais Aplicadas. Essa última vitória garantiu ao projeto o credenciamento para a Mostratec, feira de ciências realizada em Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, em dezembro do ano passado, onde obteve o terceiro lugar, o que tornou viável o credenciamento para a Regeneron Internacional Science and Engineering (Isef).

O diretor da escola da ETI Luiz Nunes de Oliveira, Ademir Bandeira, conta que foi um desafio concluir o projeto, mas que os alunos se mantiveram firmes. “A pesquisa foi iniciada em 2019, quando estávamos em período de aulas presenciais. Nos anos seguintes (2020/2021) mesmo com a pandemia, os estudantes continuaram o projeto, estudando de forma remota. O Isef foi um grande desafio, ficamos várias vezes até a madrugada lendo e relendo toda a documentação da feira até chegar a inscrição efetivamente”, conta o gestor, lembrando que toda a documentação feira internacional é redigida em inglês.

Isef

Ao todo são 70 países participantes, com 19 projetos classificados do Brasil, sendo nove da Mostratec, nove da Febrace e um da Escola Americana de Campinas. O trio de Buritirana está participando da categoria ‘Terra e Meio Ambiente’.