Operação faz buscas em cartório para investigar falsificação de documentos

0
21


Segundo o Ministério Público do Tocantins, existe a suspeita de que o cartório e terceiros tenham praticado o crime de falsificação de documentos. Mandado de busca e apreensão foi cumprido junto com a Polícia Civil. A ação foi realizada nesta segunda-feira (17)
Divulgação/SSP/TO
Uma operação da Polícia Civil e Ministério Público do Estadual (MPE) cumpriu um manado de busca e apreensão no Cartório de Serviço Notarial e Registral localizado no município de Novo Jardim, no sudeste do Tocantins. A investigação apura a suposta emissão de documentos falsificados.
O g1 não conseguiu contato com o cartório até a publicação desta reportagem.
📱 Participe do canal do g1 TO no WhatsApp e receba as notícias no celular.
A ação foi realizada na manhã desta segunda-feira (17) e faz parte de uma investigação realizada pela Primeira Promotoria de Justiça de Dianópolis. A 101ª Delegacia também de Dianópolis, que é responsável pela área de Novo Jardim, também participou da operação.
Durante a ação, foram apreendidos documentos que agora serão analisados para verificar a autenticidade e possíveis irregularidades. Ninguém foi preso na operação.
“O Ministério Público suspeita de uma possível falsificação de documentação e nossa equipe deu cumprimento ao mandado judicial que foi acompanhado pelos representantes do MP”, contou o delegado Eduardo Nunes.
LEIA TAMBÉM
STF nega pedido do ex-prefeito de Formoso do Araguaia para voltar ao cargo após cassação
Grupo tenta invadir hospital após confusão que deixou um morto e outro ferido em cavalgada; VÍDEO
Jovem é detido suspeito de furtar cabos de maquinário na nova ponte de Porto Nacional
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.
*Artur Girão é integrante do programa de estágio entre o Grupo Jaime Câmara e Universidade Federal do Tocantins (UFT), sob supervisão de Patrício Reis.

Fonte: G1 Tocantins